• Marina Lima

9 DICAS PARA GRAVAR VÍDEOS

Você gosta de gravar vídeos? Nunca gravou um? Não nem por onde começar? É do time das pessoas que não acreditam no poder dos vídeos na internet?



Se você é empreendedora, precisa começar a gravar vídeos para divulgar seu trabalho, manter um relacionamento com os seus clientes e criar autoridade sobre um assunto.


Você pode ter uma certa desconfiança em relação ao uso de vídeos, mas lembre-se de que, reconhecidamente, trata-se de um formato mais eficiente na atração e no envolvimento do público.


E a ciência tem uma boa explicação do porque isso ocorre. O cérebro humano processa mais rápido imagens do que textos. De acordo com os estudos, 90% dos dados que processamos são visuais.


O que isso significa na prática? Que o uso do vídeo eleva o nível de retenção das mensagens, o que é fundamental para qualquer marca.


Há ainda outra boa razão para justificar o investimento em vídeo: a diversidade de opções que podem ser trabalhadas.


Os números não mentem. Destaquei aqui alguns dados sobre o uso de vídeos para divulgar o seu trabalho que vão te mostrar porque esse conteúdo é tão usado pelo mercado:


Vídeos geram 3x mais visitais mensais para sites, se comparados a qualquer outro conteúdo;

Vídeos de depoimento de consumidores podem aumentar as vendas em até 600%;

Vídeos no e-mail marketing podem aumentar em até 96% as taxas de clique;

Tráfego orgânico através de buscadores aumenta em 157% com vídeos;

A duração da sessão dos usuários é 88% maior em sites que tem vídeos;

28% de todos os resultados do Google são vídeos do Youtube;

O Youtube tem mais de 1 bi de usuários ativos por mês;

São adicionadas 300 horas de vídeo por minuto no Youtube.



Como deixar a produção de vídeos mais simples:


1-Procure ter um local específico para gravar seus vídeos

Isso vai facilitar na hora da gravação e evitar que você tenha problemas com áudio, iluminação, pessoas passando ao fundo e outros inconvenientes.

Se possível, faça testes no local antes de começar a gravar e corrija todos os problemas que encontrar.

Cuide também para que você não seja interrompido durante a gravação e tenha que ficar tendo retrabalhos.


2- Use equipamentos com os quais você tem familiaridade

Hoje, até com um smartphone você consegue produzir bons vídeos sem depender de altos investimentos em equipamentos para começar a gravar.

Ficar insistindo em itens caros e complexos, com os quais você não tem familiaridade, vai apenas te fazer perder tempo e paciência.

Invista naquilo que você já conhece e vá se aperfeiçoando aos poucos.

Comece a gravar e tomar gosto por isso e, com o tempo, comece a estudar e a pesquisar sobre equipamentos mais profissionais. Lembre-se: comece com o que tem!


3- Trabalhe de forma que a gravação dos vídeos possa ser mais rápida

Deixe o local preparado antes de convocar os participantes da cena, tenha um roteiro e grave as tomadas de forma organizada.

Use também outros itens que possam te ajudar, como um app de teleprompter, caso você tenha elaborado um texto maior ou use-o apenas como um roteiro a ser seguido.


4- Recicle vídeos antigos

Uma das formas mais eficientes para produzir vídeos relevantes sem muito esforço, é através da reciclagem de materiais que você já tem.

Se você deu uma palestra ou uma aula de uma hora, por exemplo, pegue pequenos trechos interessantes dessa gravação. Depois, é só ir divulgando tudo aos poucos para sua audiência.

Você terá conteúdo relevante, fácil de ser consumido e quase não terá tido trabalho com a produção.

 E o mesmo pode ser feito com outros vídeos antigos que sua empresa não usa mais ou que estão desatualizados. Com apenas alguns ajustes no roteiro, você pode regravar o material rapidamente e ter um conteúdo atualizado, novo e superinteressante para entregar a sua audiência.


5- Transforme conteúdos escritos em audiovisuais

Outra forma de facilitar a produção de conteúdos em vídeo é através da transformação de artigos e outros textos em materiais audiovisuais.

Se você já tem um bom conteúdo escrito, adapte-o, deixe-o mais atrativo, descontraído e didático, e parta para a gravação.

Você pode fazer isso com artigos de blog, documentos educacionais da sua empresa, livros de referência em um assunto e muito mais.

Só fique atenta à linguagem. No vídeo, o vocabulário é um pouco mais solto do que nos materiais escritos.


6 – Produza vídeos a partir de dúvidas e comentários de seus espectadores

Se você já trabalha com conteúdos ou tem alguma presença nas redes sociais, com certeza convive diariamente com as dúvidas, opiniões e sugestões de seus clientes e seguidores.

Então você deve usar isso a seu favor para criar conteúdos extremamente relevantes sem gastar muito tempo pensando em roteiro, produção e execução.

Por exemplo, se você fez um conteúdo, publicou no blog, e alguém apareceu com uma dúvida relacionada a ele, pense em fazer um vídeo para respondê-la.

Você também pode fazer um compilado das melhores perguntas e criar um conteúdo focado em solucioná-las. O mesmo pode ser feito com as interações que você recebe nas redes sociais, com perguntas recebidas por inbox ou muitas outras.

A dúvida de um usuário pode ser a mesma de outros milhares e usando vídeos para respondê-la, você ainda ganha todos aqueles benefícios que já citamos lá em cima, como aproximação com o público, autoridade, confiabilidade e eficiência em comunicação.


7- Aposte em conteúdos de “como fazer”

Tutoriais, “faça você mesmo” e vídeos de como fazer têm se tornado cada vez mais populares na internet e apostar nessa abordagem é sucesso na certa.

De acordo com uma pesquisa recente realizada pelo Google, as buscas por esse tipo de vídeo estão crescendo em média 70% ao ano, o que confirma o gosto dos internautas em geral por conteúdos explicativos, didáticos e altamente visuais.

Então, esse é mais um tipo de vídeo no qual você pode investir e ter excelentes resultados, com um esforço moderadamente baixo.

Isso, porque esses conteúdos, querendo ou não, dão um pouco mais de trabalho em termos de gravação e edição, mas podem ficar muito bons sem necessitar de estrutura profissional.

Com uma câmera fixa posicionada perto da ação filmando de forma contínua, e a inserção de algumas imagens, você já consegue ter um resultado final muito bom e que deixará seu público extremamente satisfeito.


8- Faça vídeos rápidos sobre conceitos específicos

Outro tipo de vídeo que pode ser produzido rapidamente sem muito esforço em termos de produção, roteiro e edição, são vídeos curtos sobre conceitos específicos.

Dê uma dica sobre um assunto específico. Um vídeo bem objetivo. Esse formato é ótimo para Instagram e Facebook.

Esses vídeos costumam gerar alto engajamento por serem curtos e didáticos e ainda possuem um conteúdo extremamente relevante.


9- Aproveite encontros com influenciadores e autoridades

Usar a visibilidade de outras pessoas para trazer mais endosso e autoridade para seus vídeos é uma excelente estratégia e que pode ser utilizada sempre que possível.

Conhece alguém influente? Recebeu uma visita importante em sua empresa? Foi a um evento com muita gente legal?

Tente conseguir um depoimento em vídeo dessas pessoas e publique em seus canais de conteúdo.

Se possível, peça que a pessoa fale sobre algum assunto relacionado ao seu negócio, dê alguma dica sobre sua especialidade, ou mande um recado para a audiência. Pois isso deixará o vídeo ainda mais interessante.

Esse tipo de conteúdo não exigirá muito em termos de edição, será curto, atrativo e trará mais credibilidade a você e sua empresa.


#edicaodevideo #tutorialdeedicao #videomarketing



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo